Esportes Paralímpicos

A competição consiste em lançar as bolas coloridas o mais perto possível de uma branca (jack ou bolim). Os atletas ficam sentados em cadeiras de rodas e limitados a um espaço demarcado para fazer os arremessos. É permitido usar as mãos, os pés e instrumentos de auxílio, e contar com ajudantes (calheiros), no caso dos atletas com maior comprometimento dos membros. No Brasil, a modalidade é administrada pela Associação Nacional de Desporto para Deficientes (ANDE).

Praticada por atletas com elevado grau de paralisia cerebral ou deficiências severas, a versão adaptada da modalidade só apareceu no Brasil na década de 1970. A bocha teve um antecessor nos Jogos Paralímpicos: o lawn bowls, uma espécie de bocha jogada na grama. E foi justamente no lawn bowls que o Brasil conquistou sua primeira medalha em Jogos Paralímpicos. Róbson Sampaio de Almeida e Luiz Carlos “Curtinho” foram prata nos Jogos de Heidelberg, na Alemanha, em 1972.

 

 

Fotos: Bocha Paraolímpica 2018

Bocha pari20
Bocha pari16
Bocha pari15
Bocha pari17
Bocha pari18
Bocha pari19
Bocha pari14
Bocha pari11
Bocha pari13
Bocha pari12
Bocha pari10
Bocha pari9
Bocha pari8
Bocha pari7
Bocha pari4
Bocha pari6
Bocha pari3
Bocha pari5
Bocha pari2
Bocha pari1